PREFEITURA DE ITABAIANA PARTICIPA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE OBRAS DE MACRODRENAGEM


PREFEITURA DE ITABAIANA PARTICIPA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE OBRAS DE MACRODRENAGEM

Com o objetivo de abrir espaço de diálogo com a sociedade, através de ações concretas a curto e médio sobre ações de melhorias estruturais na região, a prefeitura de Itabaiana, através da Secretaria de Meio Ambiente do município e em consonância com o Ministério Público, realizou na manhã desta quarta-feira (06) uma audiência pública para discutir o assunto.

A reunião serviu, também, para esclarecimentos sobre possibilidades de transtornos iniciais a partir do início das obras de macrodrenagem nas áreas centrais da cidade de Itabaiana e como após as conclusões desses trabalhos, ocorrerão melhorias e ganhos para a população.

Com destaque sobre a problemática, foram abordados outros importantes temas que envolvem todo o contexto social de Itabaiana, a exemplo das atividades realizadas no Matadouro Público Municipal.

Participaram da audiência pública, a prefeita de Itabaiana, Carminha Mendonça, representantes, do Ministério Público do Estado de Sergipe, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Seccional Sergipe, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso), além de diversos segmentos da sociedade civil.

SOBRE AS OBRAS

Segundo o cronograma estabelecido para execução das atividades, existe em curso um processo de restruturação e até mesmo a construção de malhas de esgotos sanitários subterrâneos em Itabaiana, além dos serviços de macrodrenagem, atividades que compreendem sistemas de abastecimento de água, esgotos sanitários, drenagem de águas pluviais e de coleta de lixo.

De acordo com a secretária de Planejamento, do Desenvolvimento Sustentável e do Meio Ambiente, Mariana Sena, a pasta terá papel fundamental para as obras. “A Secretaria de Meio Ambiente está envolvida socioambiental, até mesmo porque é uma das exigências do Banco Mundial, trazer a contrapartida de reflorestamento e arborização da cidade, porque eles não irão trazer apenas obras, mas também a parte social”, disse.

Está é a segunda etapa de ampliação da rede e isso se faz necessário devido a qualidade do material em que a base de esgoto sanitário de Itabaiana ser antiga e da década de 90. Quando tudo estiver pronto, o esgoto que tinha como destino final o Açude da Marcela terá um outro destino: a estação de tratamento adequada e segura. Outras obras serão necessárias e importantes, como aberturas de ruas em vias rurais, onde existem poucas residências, indo em direção a região central da cidade, sendo que os pavimentos retirados durante as obras serão reconstruídos posteriormente.


https://itabaiana.se.gov.br/