ACESSIBILIDADE - LEI nº 13.146/2015


Para navegação via teclado, utilize a combinação de teclas conforme o modelo abaixo: ALT + [Nº de atalho]

ALT + 1

Ir para o Conteúdo

ALT + 2

Ir para o Menu

ALT + 3

Ir para a Busca

ALT + 4

Ir para o Rodapé

ALT + 5

Acessibilidade

ALT + 6

Mapa do site

ALT + 7

Acesso a Informação

ALT + 8

Cor Original

ALT + 9

Cor com contraste

Botão/Tecla +

Aumentar Fonte

Botão/Tecla -

Diminuir Fonte

Botão/Tecla =

Fonte Original

Leitores de Tela

Nosso Portal foi desenvolvido para ser compatível com softwares leitores de tela. Assim, basta que o usuário tenha instalado em seu computador um destes softwares que será possável ouvir o que está escrito ou desenhado no site.

Agência de Notícias

CORTE DE ENERGIA CRIMINOSO NA SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL

Na manhã de hoje 07, a Secretaria da Desenvolvimento Social amanheceu sem energia

08/01/2019 11:34 - atualizado em 08/01/2019 11:34

Compartilhar no Whatsapp
Compartilhar por E-mail Imprimir

CORTE DE ENERGIA CRIMINOSO NA SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL

Logo nas primeiras horas da manhã , a secretária Andreia Mendonça entrou em contato com a Energisa, para saber se havia alguma pendência financeira, recebendo em seguida um e-mail informando que não havia nenhum problema financeiro. Nas redes sociais e nos grupos de whatsapp, circulou a informação que o corte havia sido por falta de pagamento.

Uma equipe da Energisa deslocou-se até a secretaria, e foi verificado um corte nos fios de energia. Um corte de forma proposital, parando o fornecimento de energia. A secretária Andreia Mendonça foi orientada a prestar um boletim de ocorrência, e assim o fez. Andreia Mendonça solicitou que seja verificada as imagens das câmeras de segurança, para visualizar a movimentação no local, e dessa forma, saber quem provocou o desligamento. A energia foi restabelecida por uma equipe da própria prefeitura municipal, e o trabalho no local voltou a normalidade.

A policia civil de Itabaiana trabalhará na investigação dessa ação criminosa, e os culpados serem identificados e pagarem judicialmente pelo prejuízo cometido.


Compartilhar no Whatsapp
Compartilhar por E-mail Imprimir

OUTRAS NOTÍCIAS