Prefeito Adailton Sousa assinará termo de adesão de 699 unidades habitacionais

A iniciativa se dará por meio do Programa Casa Verde Amarela, do Governo Federal


adailton2_a14f1e6efcea03de8beaddf4ccba33.jpg

O prefeito de Itabaiana, Adailton Sousa (PL), afirmou, nesta quinta-feira (14), em entrevista concedida na rádio FM Itabaiana, que na próxima semana retornará à Brasília, desta vez, para assinar o contrato de adesão ao Programa Casa Verde Amarela, oriundo do Governo Federal, que irá contemplar o município serrano com a construção de 699 unidades habitacionais. Segundo ele, as obras trarão diversos benefícios para Itabaiana, sobretudo para a economia.

“É uma notícia muito importante para as pessoas de baixa renda. Estarão presentes durante a assinatura o presidente da Câmara Federal, Arthur Lira, o ministro da Cidadania, João Roma, ministro do Turismo, Gilson Machado, e o senador Flávio Bolsonaro, A gente espera contemplar essa população de baixa renda. O maior desafio da pós-pandemia é a alavancada da economia. Vamos gerar muitos empregos e tirar as pessoas de baixa renda e do aluguel e das ruas. Esperamos que esta obra seja inaugurada durante a nossa gestão”, disse.

Na semana alusiva ao Dia do Professor, Adailton destacou que a educação de Itabaiana tem comprometimento com a evolução dos alunos do município, diferentemente do que tem sido divulgado por pessoas que atuam com o propósito de denegrir a gestão. Segundo ele, não está havendo fechamento de escolas, mas apenas um processo de nucleação devido a situação que algumas escolas se encontram.

“Os pais dos alunos têm que ter consciência que a escola é para criança estudar e aprender. Os alunos que estão sendo redirecionados para outra instituição de ensino estão sendo amparados com transporte e monitores. Aí usam os artifícios da maldade para denegrir as pessoas. O Ideb de Itabaianinha está acima de Itabaiana devido a nucleação de escolas que tinham poucos alunos. O futuro da criança está na qualidade de ensino e é dessa maneira que estamos trabalhando a educação”, garantiu.

Adailton salientou que a nucleação de instituições de ensino não é sinônimo de fechamento de escolas. Ao contrário disso, mais duas escolas serão construídas para o maior conforto dos alunos assistidos do município.

“Vamos sair do aluguel da escola 30 de Agosto e construir uma escola. Vamos sair o aluguel da Clara Meireles, que hoje abriga 750 alunos, e vamos construir uma nova escola. No meu governo as escolas vão ser construídas e não fechadas. Não existe hoje escola fechada. Existe nucleação das escolas”, ratificou.

Obras

Adailton Sousa também lembrou que em sua última ida a Brasília foram pleiteados, nos ministérios e gabinetes dos parlamentares federais sergipanos, mais recursos para construção de obras visando a melhoria da qualidade de vida do povo itabaianense.

“Pleiteamos a construção de uma quadra poliesportiva no bairro Queimadas, no povoado Terra Dura, a aquisição de mais uma escavadeira hidráulica sob esteira, a aquisição de duas patrol, de um caminhão baú tipo frigorífico para transportar merendar escolar. Também solicitamos uma quadra poliesportiva nos povoados Bananeira, Pé do veado, como também a pavimentação entre os povoados Mangueira, Cajaíba, Várzea da Cancela e a pavimentação de um km do povoado Cabeça do Russo”, disse, salientando que também irá em busca de mais recursos para pavimentação asfáltica, além dos R$ 10 milhões que já estão sendo utilizados, para esta finalidade, em ruas e avenidas.

“Vamos buscar mais recursos para recapear os bairros Miguel Teles, Bananeira, José Milton Machado, Serrano, Rotary Clube e São Cristóvão. A gente sonha e vamos em busca dos nossos sonhos. A gente só fala em trabalho. Politicagem eu não pratico. Não tem espaço no nosso governo e nem na minha vida”, garantiu.

 

Mapa do Site

Acessibilidade Contraste Mapa do Site Voltar ao Topo